No projetor: os indicados ao Quati de ouro 2012

Faz já um tempo que, por essa época, listo os meus filmes favoritos do ano anterior. A princípio, era só um antídoto para a ó-tão-divertida-porém-perversa corrida do Óscar, que eu adoro acompanhar, mas a coisa encorpou. Ano passado, resolvi anunciar publicamente as indicações pela primeira vez e o resultado foi um bocado bacana: se não se tornou subitamente a premiação mais aguardada da temporada, o Quati de ouro, como o intitulei, parece inspirar uma simpatia bem sincera entre os mais chegados. Me deram corda e hoje vê a luz a quarta edição dessa brincadeira toda minha.

Antes do auê, cumpre avisar dum par de novidades. Para esse ano, aposentei a categoria de Filme de animação por falta de bons candidatos. Além disso, montei um arquivo com os resultados das primeiras edições, até há pouco trancafiadas na gaveta: para quem quiser comparar gostos ou tomar recomendações, é só fuçar e ser feliz.

No mais, a ideia continua a mesma: como de hábito, é elegível qualquer filme que tenha sido lançado pela primeira vez em 2012 em algum canto do mundo, a que eu tenha assistido entre 1º de janeiro de 2012 e 30 de junho de 2013. O compêndio dos filmes que concorreram nessa edição fica disponível aqui. Os vencedores são anunciados em 18 de julho, em duas semanas. Seguem abaixo os lindões indicados ao Quati de ouro de 2012.

Melhor filme


Um alguém apaixonado, de Abbas Kiarostami


Amor, de Michael Haneke


Febre do rato, de Cláudio Assis


Girimunho, de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr.


O impossível, de Juan Antonio Bayona


Killer Joe – matador de aluguel, de William Friedkin


O mestre, de Paul Thomas Anderson


O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho


Tabu, de Miguel Gomes


A visitante francesa, de Hong Sangsoo

Menções honrosas


Argo, de Ben Affleck


Branca de neve, de Pablo Berger


Detona Ralph, de Rich Moore


Holy motors, de Leos Carax


Indomável sonhadora, de Benh Zeitlin

Melhor direção


William Friedkin, Killer Joe – matador de aluguel


Miguel Gomes, Tabu


Michael Haneke, Amor


Kleber Mendonça Filho, O som ao redor


Hong Sangsoo, A visitante francesa

Melhor elenco


Febre do rato


O impossível


Killer Joe – matador de aluguel


A parte dos anjos


O som ao redor

Melhor ator principal


John Hawkes, As sessões


Denis Lavant, Holy motors


Mads Mikkelsen, A caça


Joaquin Phoenix, O mestre


Jean-Louis Trintignant, Amor

Melhor atriz principal


Maria Sebastiana Álvaro, Girimunho


Isabelle Huppert, A visitante francesa


Deanie Ip, Tao jie


Camila Pitanga, Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios


Emmanuelle Riva, Amor

Ator coadjuvante


Pier Giorgio Bellocchio, A bela que dorme


Dwight Henry, Indomável sonhadora


Tommy Lee Jones, Lincoln


Matthew McConaughey, Killer Joe – matador de aluguel


Tom Holland, O impossível

Atriz coadjuvante


Nanda Costa, Febre do rato


Marion Cotillard, Ferrugem e osso


Anne Hathaway, Os miseráveis


Maeve Jinkings, O som ao redor


Laura Soveral, Tabu

Roteiro original


Abbas Kiarostami, Um alguém apaixonado


Michael Haneke, Amor


Kleber Mendonça Filho, O som ao redor


Miguel Gomes e Mariana Ricardo, Tabu


Hong Sangsoo, A visitante francesa

Roteiro adaptado


Chris Terrio, Argo


Pablo Berger, Branca de neve


Sergio G. Sánchez, O impossível


Tracy Letts, Killer Joe – matador de aluguel


Pedro Peirano, No

Filme de estreia


Celeste e Jesse para sempre, de Lee Toland Krieg


Girimunho, de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr.


Juan dos mortos, de Alejandro Brugués


Indomável sonhadora, de Benh Zeitlin


O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho

Melhor fotografia


Katsumi Yanagijima, Um alguém apaixonado


Walter Carvalho, Febre do rato


Mihai Mălaimare Jr., O mestre


Rui Poças, Tabu


Jee Yune Jeong e Park Hong-yeol, A visitante francesa

Melhor montagem


William Goldenberg, Argo


Nelly Quettier, Holy motors


Darrin Navarro, Killer Joe – matador de aluguel


João Maria e Kleber Mendonça Filho, O som ao redor


Telmo Churro e Miguel Gomes, Tabu

Melhor trilha original


Alfonso de Villalonga, Branca de neve


Chai Batana, Hotel Mekong


Fernando Velázquez, O impossível


Jonny Greenwood, O mestre


Dan Romer e Benh Zeitlin, Indomável sonhadora

Melhor cena


Lama no parabrisa, Além das montanhas


Teimosia, Amor


Dança das gerações, Branca de neve


Frango frito, Killer Joe – matador de aluguel


Entrevista sem piscar, O mestre

Advertisements
This entry was posted in Arte, Listas, No projetor. Bookmark the permalink.

2 Responses to No projetor: os indicados ao Quati de ouro 2012

  1. Pingback: No projetor: os vencedores do Quati de ouro 2012 | beveragem

  2. Pingback: no projetor: top 5 descobertas cinematográficas de 2013 | beveragem

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s