No projetor: os vencedores do Quati de ouro 2012

Desde outubro, o provável vencedor do prêmio de Melhor filme vinha se mantendo invencível na disputa, mas foi porque a concorrência deixou para vir no último minuto: no ultimíssimo dia do prazo de eligibilidade (sério sérião, foi no 30 de junho), vi o encantadoríssimo Tabu e fiquei sem saber que rumo tomar. Resolvi esperar assentarem as ideias, para, mais à frente, dar o veredicto; no fim, acabei mantendo a decisão de antes, preferindo a ética à estética. Menos sorte, tiveram os vencedores preliminares das categorias de Atriz principal e Ator coadjuvante, também quase definidos há meses, que acabaram destronados por concorrentes sorrateiros justo no momento do bater dos martelos. Foram escolhas sinceras. Se felizes, só descubro daqui a um tempo.

O que desde já me parece evidente é a força do cinema brasileiro em 2012. Se, no anúncio dos indicados, tínhamos o recorde esmagador de 15 indicações para 4 filmes tupiniquins (o mais próximo disso até então tinham sido as 3 indicações isoladas para Tropa de elite 2, em 2010), agora se repete o resultado sensacional: este ano, os dois filmes do Recife levam cinco Quatis. Não é cota, nem bairrismo. É, das duas, uma: a conjuminação dos astros ou a formação dum movimento empolgante no cinema nacional. Por ora, é esperar e conferir.

Dos indicados ao Quati de ouro, vão aí os melhores em suas respectivas categorias:

Melhor cena


Entrevista sem piscar, O mestre

Melhor trilha original


Chai Batana, Hotel Mekong

Melhor montagem


Telmo Churro e Miguel Gomes, Tabu

Melhor fotografia


Rui Poças, Tabu

Melhor filme de estreia


O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho

Melhor roteiro adaptado


Tracy Letts, Killer Joe – matador de aluguel

Melhor roteiro original


O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho

Melhor atriz coadjuvante


Marion Cotillard, Ferrugem e osso

Melhor ator coadjuvante


Matthew McConaughey, Killer Joe – matador de aluguel

Melhor atriz principal


Emmanuelle Riva, Amor

Melhor ator principal


Joaquin Phoenix, O mestre

Melhor elenco


Febre do rato

Melhor direção


Kleber Mendonça Filho, O som ao redor

Melhor filme


O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho

Advertisements
This entry was posted in Arte, Listas, No projetor. Bookmark the permalink.

One Response to No projetor: os vencedores do Quati de ouro 2012

  1. gustavo e. says:

    Entendi, premiou todos os indicados pra evitar arrependimento.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s